Existe Perdão e Salvação Para Um Suicida?

Compartilhe

 

Recebi um e-mail da irmã Raquel Fernandes que apresentou a seguinte pergunta: 

Boa tarde, presbítero… No dia 23/06 minha família foi fortemente surpreendida com meu sobrinho cometendo suicídio. Num momento de desespero, não sabemos, ele se enforcou. Ainda na dor da perda, estamos cercados de inúmeras dúvidas sobre o que a Bíblia diz à respeito do suicídio(???) O que vai acontecer com ele, ou com sua alma??? Realmente não Há perdão divino para esta atitude???

Minha resposta à irmã Raquel:

A paz do Senhor, minha irmã!
 
Eu sei que em momentos e situações como essa, o ideal seria não nos preocuparmos com isso uma vez que não há uma resposta precisa para essas indagações.
 
Mas, eu compreendo a preocupação…
 
Nasci no Evangelho e sempre ouvi que o suicidio é um atentado contra a vida para o qual não existe perdão.
 
Mas, apesar de parecer estar correta esta premissa, não tem respaldo bíblico.
 
Ou seja, não há um texto bíblico que me leve a afirmar com precisão que não há perdão para o suicida. O contrário, também, é verdade.
 
O que eu sei é que Deus, por ser justo juiz, certamente tratará cada caso com amor e justiça.
 
Talvez o castigo que um suicida mereça é a perda do direito de continuar vivendo, e a marca negativa que deixou na sua partida desta vida para a outra, nada mais… Talvez, por ser um atentado à vida, ele mereça a condenação eterna.
 
Creio que vai depender, aos olhos d’Aquele que tudo vê e tudo sabe, do motivo que levou a pessoa ao suicidio.
 
Imagine, por exemplo, que a mesma pessoa não tivesse suicidado, mas tivesse morrido de outra forma naquele ou naqueles dias… Será que ela teria sido salva mesmo assim?
 
Se essa pessoa não era uma pessoa salva, em Cristo Jesus, teria se perdido mesmo que não fosse pelo suicídio. Portanto, o suicidio não seria um motivo para sua condenação.
 
Bem… descanse no Senhor, minha irmã… não deixe que essa preocupação te perturbe. Confie inteiramente na Sua graça, porque Ele é Justo!
 
Um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *