Sou crente, mas não creio em tudo…

Compartilhe

Uma pessoa se dirigiu a mim com a seguinte afirmação: “Sou crente, mas não creio em tudo o que os crentes crêem, nem em tudo o que os crentes ensinam. Eu amo, creio e aceito tudo o que Deus disse ou diz. O que me deixa com um pé atrás é com aquilo que o homem diz que Deus disse”. Ao final, esta pessoa me perguntou: Estou certa? 

Bem, o que eu posso lhe dizer? Respondi que vivemos a vida inteira crendo em tudo o que nos disseram sem investigar, porque tínhamos os nossos líderes como porta-vozes da mensagem divina.

À medida que o tempo avançou, alguns de nossos líderes, por um lado se revelaram tão falíveis como qualquer outro crente e por outro lado alguns deles se revelaram homens indignos de serem considerados porta-vozes da mensagem divina.

Então, passamos a questionar, não apenas os comportamentos de nossa liderança, mas, também, os ensinamentos. Foi aí que descobrimos que nem tudo o que se prega como sendo aquilo que Deus disse, foi assinado por Deus.

Desta forma, eu proponho aos liderados que, conheçam melhor a Palavra de Deus e procurem uma sadia interpretação para seus textos. Proponho também, que nossos líderes levem em conta o fato de que hoje não haveremos de engolir e aceitar tudo o que eles dizem. Ou nossos líderes se debruçam sobre a Bíblia e a ensinem como ela é, e só digam que Deus disse aquilo que realmente Deus disse, ou o Evangelho será, em breve, desacreditado e, rejeitado.

Como disse o apóstolo Paulo, “o breiro não deve ser “falsificador” da Palavra de Deus, antes falemos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus”. – 2Co 2:17 .

Em Cristo, Sandoval Juliano – O Presbítero – 16.12.2011.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *