Meu Entendimento Sobre a Bíblia – O Livro e a Mensagem

Compartilhe

          Na Biblia, resumidamente, nota-se duas coisas: O Livro e a Mensagem. O estudo da Bíblia tem por finalidade precípua o conhecimento de Deus. Isso é visto desde o primeiro versículo dela, no qual vemos que tudo tem o seu centro e origem em Deus. Portanto, a causa motivante de se ensinar a Bíblia aos outros deve ser levá-los a conhecer DEUS. Se chegarmos a conhecer O LIVRO e falharmos em conhecer a Deus, erraremos, teremos nos desviado do que realmente interessa e do verdadeiro propósito do Livro. O profeta Oséas asseverou: “Conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor…” (Os 6.3).

          Então, apresentarei tudo o que eu penso e o que eu entendo sobre a Bíblia e sua mensagem:

NO QUE CREIO

          01. Creio e entendo que a inspiração divina é a influência sobrenatural do Espírito Santo, como um sopro, sobre os escritores da Bíblia, capacitando-os a receber e a transmitir a mensagem divina sem mistura nem erro;

          02. Que nenhum dos escritores de qualquer livro da Bíblia escreveu seu livro ou registrou sua história, ou suas profecias, com o propósito de que aquele seu escrito fosse inserido no cânon sagrado. Eles sequer imaginavam que seus escritos seriam lidos, estudados e debatidos depois de dois ou três milênios;

          03. Que a maioria deles nunca se conheceu e nem conheceu os escritos uns dos outros. A evolução da escrita dos livros da Bíblia não se deu de propósito, não houve um diretor que conduzisse e escolhesse os atores. O Espírito Santo foi conduzindo os registros dos fatos e das revelações e permitindo que esses registros fossem conservados e repassados às gerações futuras, até que alguém tivesse a brilhante idéia de aglomerá-los. Foi aí que se percebeu que os  livros reunidos continham uma mesma mensagem, apesar da distância do tempo;

           04. Que, pode-se até dizer que a Bíblia, como a temos em nossas mãos, contenha alguns erros de tradução ou  que houve a inclusão de algumas frases ou palavras aos textos originais. Isto, no entanto, não macula e nem invalida a mensagem. Não se trata de erros grosseiros ou que alterem o sentido original do que foi revelado;

          05. Portanto, eu acredito na inspiração plenária da Bíblia. Creio que toda a Bília é igualmente inspirada;

          06. Que não há partes mais ou menos especiais;

          07. Que a revelação está completa, não existindo nos dias atuais alguém que receba a mesma inspiração e que possa trazer alguma nova revelação;

          08. Que tudo o que o crente precisa saber sobre Deus e seu plano para com o homem está contido nas Escrituras;

          09. Que qualquer profecia que entre em contradição com o que está escrito deve ser considerada anátema;

          10. Que não devemos ir além do que está escrito e nem desprezar a simplicadade do projeto divino para sua Igreja;

          11. Que não há mais profetas e nem apóstolos como nos dias bíblicos;

          12. Que todos os textos bíblicos, quando devidamente entendidos e interpretados, contém uma mensagem de Deus para o homem, especialmente para a Igreja;

          13. Que a Igreja é a portadora dos oráculos divinos, como Israel o foi nos dias do Antigo Testamento, ou seja, não  há outro povo na terra que possa dar à Bíblia uma interpretação fiel, por mais sábios e entendidos que sejam os homens que pretenderem interpretá-la, jamais alcançarão a revelação, uma vez que a linguagem da Bíblia é espiritual e as coisas espirituais só se discernem espiritualmente;

          14. Que entre a psicologia moderna, a ciência, a filosofia e a Bíblia eu fico com a Bíblia. Ela, e somente ela é capaz de nos fazer entender qual seja a vontade do Senhor em relação a qualquer assunto que diz respeito aos ser humano e a seus relacionamentos;

          15. Que os princípios e verdades bíblicas quando aplicados à nossa vida diária, dão resultados sempre positivos. Insensato é aquele que deixa de crer nas verdades bíblicas e deixa de aplicá-las a si mesmo. Todos, em todos os lugares e em todos os tempos que decidiram aplicar as verdades bíblicas, seja à sua maneira de criar os filhos, seja a administração de seus bens e finanças, seja em relação aos apetites, aos hábitos, aos relacionamentos conjugais e outros ou a quaisquer outras áreas de suas vidas nunca foram decepcionados e nunca deixaram de desfrutar das bênçãos que acompanham cada mandamento ou cada princípio.

É nisto que creio e desafio a todos os servos e servas do Senhor a que experimentem a ver a Bíblia dessa forma que, sem dúvida, serão abençoados. Mas não se trata de bênçãos imediatas do tipo Fast Food. Trata-se de serem abençoados ao longo de toda a vossa existência, como diz o Salmo 69: “Bendito é o Senhor que dia a dia nos cumula de benefícios…” .

Em Cristo, Ev. Sandoval Juliano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *