Verdades Bíblicas e Realidades Espirituais – Parte I

Compartilhe

  

Tenho sentido uma grande necessidade de expor, de forma clara e objetiva, as verdades bíblicas e as realidades espirituais indispensáveis à vida cristã. Sei da existência de bons livros que tratam deste tema. Sei que existem seminários que formam excelentes teólogos. Todavia, tenho visto, de forma assustadora, uma crescente onda de pregações e práticas de vida cristã que contrariam as verdades bíblicas e que se fazem passar por experiências espirituais autênticas, sem serem.

Com isto, a nova geração de crentes e de pregadores, vive confusa a respeito do que crer e do que aplicar à sua vida diária.

Considerando que existe uma boa quantidade de crentes que amam o estudo da Bíblia como Palavra de Deus, não apenas como livro histórico, e que procuram adquirir esse conhecimento a fim de saberem a vontade de Deus para suas vidas; considerando que uma geração é responsável pelos frutos que deixam à próxima geração; considerando que a internet tem sido uma fonte de consulta muito procurada em nossos dias, até mais do que os próprios livros; considerando que me sinto responsável em face da missão que recebi do Senhor, vou procurar contribuir, expondo as verdades bíblicas e as realidades espirituais com a maior clareza, concisão, responsabilidade e fidelidade à Bíblia, observando e chamando a atenção, sempre, para o lado prático das doutrinas da Palavra de Deus.

Aconselho-te que procures aplicar à tua vida, as verdades bíblicas; que consideres a Bíblia como manual de fé e prática; que leves a sério o que ela diz, não escolhendo que partes das Escrituras vais crer e que partes não vais crer; que partes vais aplicar e que partes vais considerar inaplicável.

Para início de conversa, introdutoriamente, a primeira verdade bíblica que quero apresentar e defender é que para todas as áreas de nossa vida Deus tem algo a nos dizer através da Sua Palavra – A Bíblia. A nossa vida é como uma locomotiva que tem vários vagões. As doutrinas bíblicas são as placas indicativas e sinalizações no caminho pelo qual devemos percorrer. O Antigo e o Novo Testamentos são os dois trilhos pelos quais a nossa vida se move. Enquanto estivermos nos trilhos, contamos com a bênção de Deus. Se sairmos dos trilhos, em quaisquer áreas da nossa vida, nossa locomotiva se descarrilhará e consequentemente não contaremos com a bênção de Deus. As bênçãos de Deus estão atreladas à esta condição. Não creia nos que dizem que “Deus é pai” e não se importa com nosso estado pecaminoso. Na verdade, o que a Bíblia diz, e aqui vai uma grande verdade, é que, Deus não nos trata segundo nossos pecados no sentido de punição. Se Ele nos punisse consoante nossas culpas, de todo teríamos sido aniquilados.

Veja as referências bíblicas:

> Salmos 103:10 – Não nos tratou segundo os nossos pecados, nem nos recompensou segundo as nossas iniqüidades.

> Salmos 130:3 – Se tu, SENHOR, observares as iniqüidades, Senhor, quem subsistirá? 

> Lamentações 3:22 – As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; 

Todavia, a ministração de Suas bênçãos e o cumprimento de Suas promessas estão intimamente ligadas a uma “condição”. Senão vejamos:

> Deuteronômio 28:1,2 – E SERÁ que, se ouvires a voz do SENHOR teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o SENHOR teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra. E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz do SENHOR teu Deus;

Então, vimos que TODAS as bênçãos de Deus, bem como o cumprimento de Suas promessas estão atreladas a esta condição “SE”.

Comparando a nossa vida com uma locomotiva, e, sabendo que todas as locomotivas contêm vários vagões, assim também somos nós, cada vagão corresponde a uma área de nossa vida.

Por isso, minha exposição das verdades bíblicas e realidades espirituais, vai ser feita levando em conta cada área de nossa vida: A área física(saúde), a área da mente(questões relacionadas à psiquê), a área financeira, a área sentimental, a área dos relacionamentos pessoais, a área da família(casamento, criação de filhos), a área de nossa vida social(como cidadãos), a área da nossa vida ministerial e, também, nosso relacionamento vertical – com Deus e com o mundo espiritual.

Em qualquer dessas áreas, se quisermos ser bem sucedidos, temos que observar o que nos orienta a Palavra. Se, todavia, deixarmos de observar o que o “manual do fabricante” diz em qualquer uma destas áreas, certamente seremos mal sucedidos, porque deixaremos de contar com as bênção de Deus.

Sendo assim, convido a todos os meus irmãos e amigos, interessados em saber o que Deus diz, que me acompanhem. Toda semana, daqui para frente, publicarei um novo texto, pequeno, com pelo menos uma das verdades bíblicas aplicáveis ao nosso viver diário.

Em Cristo, Sandoval Juliano – O Presbítero – 05.04.2012.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *