Introdução II – A Importância das Escrituras

Compartilhe

                                                                                                        

Pergunta: Por qual razão houve interesse da parte de Deus em deixar registrada sua revelação ao homem?

Resposta: Durante centenas de anos Deus revelou-se ao homem através de suas obras, isto é, de sua criação – Rm 1:20 ; Sl 19:1 – 6 . Todos os homens conheciam a Deus de uma maneira ou de outra. Porém, esse conhecimento era muito aquém daquilo que o Pai esperava que o homem obtivesse.

          Esporadicamente o Senhor conversava com algum homem e dizia a ele o que queria e, como queria que a humanidade se comportasse em relação ao seu Plano. Essas mensagens era repassadas de pai para filho, de forma oral, de geração em geração. Como demonstração do cuidado de Deus para com o homem, foi revelado a este até mesmo questões relativas a usos e costumes, sobre alimentação, sobre higiene e sobre como deveriam fazer um culto a Deus.

          O Senhor, no entanto, foi observando que a memória do homem foi ficando cada vez mais comprometida e que havia uma tendência de o ser humano inventar possíveis revelações sobre Deus, de forma que em pouco tempo o homem estava totalmente desvirtuado do verdadeiro conhecimento.

          Se hoje, com a Bíblia em mãos, já temos tanta diversidade de interpretações sobre a vontade de Deus, imagine o mundo sem uma Bíblia!

          Não existe recurso melhor do que registrar um conhecimento, um sonho, um acontecimento, uma profecia ou uma ordem, para que no futuro isto seja relembrado e corretamente observado. Assim sendo, Deus começou a exigir, a partir de Moisés, que suas palavras fossem devidamente anotadas.

          O primeiro registro histórico de que alguém escreveu as palavras do Senhor está em Ex 24:4 . Entendemos então que durante dois mil e quinhentos anos(considerando o início da humanidade a partir de Adão e Eva), o mundo ficou sem uma Bíblia.

          Talvez, por esta razão a humanidade distanciou-se tanto de Deus e inventou deuses para adorar. O homem queria adorar a alguém, mas nem todos sabiam a quem adorar. Sabiam apenas que existia um Deus soberano, mas pouco sabiam sobre “esse Deus”.

          Quanta mudança no comportamento humano a partir da Bíblia. Ela se tornou a bússola e o ponto de referência do povo de Deus. Ainda em nossos dias, o povo que não tem uma Bíblia é um povo bárbaro e que não têm uma sábia direção. A Bíblia é o manual do fabricante para quem quer se conduzir bem na vida e no Reino dos Céus.

          Em que consiste, então, a importância da Bíblia? – Consiste no fato de que com o registro das revelações divinas, os homens, durante os séculos passaram a ter acesso ao conhecimento do propósito de Deus para com a humanidade e puderam criar seus códigos de ética e de conduta a partir desse conhecimento. A humanidade não pode mais se desculpar com a ignorância total em relação a soberana vontade do Criador.

          Um advogado ateu disse, certa vez, não suportar mais pastores, Bíblia e a pregação do Evangelho.

– Vou para um lugar onde não haja Bíblias, pastores, nem pregação.

          Depois de um ano naquele lugar escreveu a um pastor conhecido seu:

– Venha depressa para cá, traga muitas Bíblias e venha pregar o Evangelho, por minha conta, pois um lugar onde não há Bíblias se parece com o inferno!

Em Cristo, Ev. Sandoval Juliano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *