Lição 10 – Os Dons Espirituais

Compartilhe

Lição 10 – 07 de junho de 2009 – OS DONS ESPIRITUAIS

            Nossa revista nos traz a informação de que em 1906, em Los Angeles, o derramamento do Espírito Santo recomeçou. Há uma pergunta que poderia ser discutida em todas as nossas classes de Escola Dominical: Por que durante tanto tempo na história do Cristianismo, não houve manifestação dos dons espirituais? Desde quando cessou essa manifestação?

            Em uma breve pesquisa nos livros que contam a história do movimento pentecostal ao longo dos séculos, descobri que nas grandes denominações tradicionais a chama do pentecostes se apagou. Em função da secularização das igrejas e da criação de estruturas eclesiásticas, as igrejas ortodoxas passaram a se preocupar muito com a liturgia e com a defesa de linhas doutrinárias, deixando de lado a oração e a vida de consagração.

            Porém, há registros que indicam que os dons espirituais entre os autênticos cristãos, aqueles que terminavam se desmembrando da ortodoxia e se empenhando na obra de evangelização, e por isso, sofrendo perseguições, nunca deixou de se manifestar.

            Na verdade, em 1906, em Los Angeles, não houve um recomeço do derramamento do Espírito Santo. Aquele movimento ocorrido ali era fruto de um trabalho que havia surgido por volta de 1830, através dos “Irmãos de Plymouth” e que havia se espalhado por quase toda a América do Norte, e alguns países da Europa. Desse movimento pentecostal, surgiram grandes pregadores e inúmeros missionários foram enviados pelo mundo afora para ganharem almas para Cristo. O derramamento do Espírito Santo sobre os crentes da Rua Azuza, em Los Angeles tem a ver com a história da Igreja Assembléia de Deus, mas não indica que não havia movimentos pentecostais ocorrendo antes daqueles dias.

            Portanto, nós não somos fruto de um derramamento que existe há apenas um século. Somos fruto da obra que o Espírito Santo iniciou no dia de Pentecostes e que se alastrou por todo o mundo ao longo de todos os séculos.

            O que sabemos é que se misturarmos a história da Igreja(e aí entra a história do desvio da Igreja, resultando no surgimento da Igreja Católica) com a história do movimento pentecostal dá-se a impressão que o Espírito Santo deixou de manifestar seus dons durante vários séculos e que só em 1906 é que Ele voltou a atuar. Não é bem assim…

            Basta lermos a biografia dos Heróis da Fé e veremos que aqui ou ali sempre houve um grupo que era inflamado pelo fogo do Espírito para a realização da obra de Deus.

Em Cristo, Pb. Sandoval Juliano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *