Criado aos Pés de Gamaliel

Compartilhe

> Atos 22:3 – Quanto a mim, sou judeu, nascido em Tarso da Cilícia, e nesta cidade criado aos pés de Gamaliel, instruído conforme a verdade da lei de nossos pais, zeloso de Deus, como todos vós hoje sois.

GAMALIEL – Palavra hebraica que quer dizer “recompensa de Deus”. O sinédrio era uma assembleia de juízes judeus que constituía a corte e legislativo supremos da nação de Israel dos tempos de Cristo. O Grande Sinédrio incluía um chefe ou príncipe (Nasi), um sumo-sacerdote (Cohen Gadol), um Av Beit Din (o segundo membro em importância) e outros 69 integrantes que se sentavam em semi-círculo. O presidente do sinédrio era chamado de Rabban. No livro sagrado dos judeus, conhecido como Talmud, Gamaliel é chamado de Rabban Gamaliel, o que indica que ele foi presidente do sinédrio durante um período.

Gamaliel era neto do famoso Hilel, o Ancião, o homem que formou a primeira faculdade teológica da história, destinada a formar mestres do judaísmo, entre os anos 30 a. C. e 10 d. C. Sua escola foi a responsável pela formação dos fariseus e foi Hilel quem deu início à formação do Talmud.

Rabban Shimon ben Gamliel I herda de seu avô a paixão pelos estudos e se torna o seu sucessor na direção da Escola de Hilel, formando uma dinástia de sábios que mesmo depois da destruição de Jerusalém permanece instruindo os judeus até o quinto século da era cristã.

Nos dias da igreja primitiva ele interveio no momento em que os sacerdotes estavam determinados a exterminar os apóstolos. Lucas, em sua narrativa, em Atos dos Apóstolos, capítulo cinco, diz que Gamaliel era venerado pelos judeus e e seguida narra a sua intervenção em favor dos apóstolos, quando tomou a palavra perante o sinédrio e disse:

> Atos 5:34 – Mas, levantando-se no conselho um certo fariseu, chamado Gamaliel, doutor da lei, venerado por todo o povo, mandou que por um pouco levassem para fora os apóstolos;

> Atos 5:38,39 – E agora digo-vos: Dai de mão a estes homens, e deixai-os, porque, se este conselho ou esta obra é de homens, se desfará, Mas, se é de Deus, não podereis desfazê-la; para que não aconteça serdes também achados combatendo contra Deus.

Em face desta sábia interferência a vida de Pedro e João foi poupada e eles puderam prosseguir na pregação do Evangelho.

Em função da importância de Gamaliel, nos estudos das Sagradas Escrituras, alguns pais, com melhores condições financeiras, custeavam uma espécie de “internato” para seus filhos na Escola de Hilel e Gamaliel se tornava o tutor, assumindo a responsabilidade de conduzir aquele garoto no aprendizado.

Saulo de Tarso, foi um desses garotos, que ao demonstrar grande interesse pelo conhecimento da Torah, foi entregue aos cuidados de Gamaliel e com ele permaneceu até à conclusão do curso.

Gamaliel alcançou tanta notoriedade pela qualidade de seus ensinos que se tornou o primeiro homem em Israel a receber o título de Rabban, título superior ao de Rabino, geralmente usado para os sumo-sacerdotes. Diz-se que quando ele faleceu foi registrado no Talmud as seguintes palavras:

“Quando Raban Gamaliel, o velho, faleceu, cessou a glória da Tora, e pereceram a pureza e a santidade [lit. “separação”].” — Sotah 9:15.

Alguém que se formava “aos pés de Gamaliel” era considerado dono de um excelente currículo e candidato a uma cadeira no Sinédrio. E assim, foi com Saulo de Tarso. Tornou-se um doutor da Lei, podendo gabar-se de ter sido alguém que teve como tutor o homem mais sábio de sua época.

Em Cristo, Sandoval Juliano – 30.10.2012.

 

Fontes de consulta:

Livro: O Grande Amigo de Deus – A História de São Paulo – Taylor Caldwell

Site: http://bibliotecabiblica.blogspot.com.br/2009/04/gamaliel-instrutor-de-saulo-de-tarso.html

Site: http://pt.wikipedia.org/wiki/Hillel,_o_anci%C3%A3o

Site: http://pt.wikipedia.org/wiki/Gamaliel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *