A História da Origem do Dia dos Pais

Compartilhe

 

A origem do dia dos pais é muito antiga. Diferente das outras datas comemorativas que foram criadas para ajudar o comércio, este dia era festejado na antiga Babilônia, há 4 mil anos. Um jovem chamado Elmesu moldou em argila o primeiro cartão. Desejava sorte, saúde e vida longa a seu pai.

Já bem mais adiante, em 1909, a americana Sonora Louise Dodd, filha de um veterano da guerra civil, John Bruce Dodd, ao escutar um sermão dedicado às mães, resolveu criar um dia dedicado aos pais. Além de admirar e amar seu pai, o objetivo de Sonora era homenageá-lo devido ao grande esforço que John fez para criar os filhos sozinhos. Sua esposa faleceu em 1898 quando dava luz a seu sexto filho.

Em 1910, Sonora enviou uma petição à Associação Ministerial de Spokane, em Washington e o primeiro dia dos pais americano foi comemorado em 19 de junho daquele ano. Foi escolhido junho porque era o mês de nascimento de John Bruce Dodd. Em 1924 o presidente Calvin Coolidge, apoiou a idéia de um Dia dos Pais nacional e, a data tornou-se uma festa nacional, sendo oficializada pelo presidente americano Richard Nixon, em 1972.

A rosa foi escolhida como símbolo do evento, sendo que as vermelhas eram dedicadas aos pais vivos e as brancas, aos falecidos.

No Brasil, a idéia de comemorar esta data partiu do publicitário Sylvio Bhering e foi festejada pela primeira vez no dia 14 de Agosto de 1953, dia de São Joaquim, patriarca da família. Essa data foi alterada para o 2º domingo de agosto por motivos comerciais, ficando diferente da americana e européia.

Em Cristo, Sandoval Juliano – O Presbítero – 26.07.2011 

Fontes:

www.trt10.jus.br/intranet

http://www.portaldafamilia.org/artigos/texto034.shtml

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *