Enigma Policial

Compartilhe

 

Tendo chegado ao conhecimento do Delegado Titular da Delegacia de Homicídios a notícia de um crime, instaurou-se o devido inquérito policial. Apurou-se, no decorrer do processo de investigação, a existência de uma testemunha que havia presenciado os fatos. Argüida pelo Delegado, a testemunha levou-o ao suspeito. Lá chegando, o Delegado deparou-se com um problema grave: o suspeito tinha um irmão gêmeo, idêntico. Portanto, a testemunha não conseguiu apontar o autor do fato delituoso. Na dúvida, o delegado prendeu os dois irmãos.

Após 30 dias de prisão um dos dois irmãos tinha engordado quase quinze quilos, enquanto o outro permaneceu com o mesmo peso de quando fora preso.

Analisando pormenorizadamente os fatos e os acontecimentos, o delegado concluiu a autoria do crime:

Liberou o gêmeo gordo e indiciou o outro.

Pergunta: Qual o fundamento tático e jurídico para a liberação de um e para o indiciamento do outro?

Resposta: Simples. O que não mata, engorda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *