No Episódio de Gadara – I

Compartilhe

 

         Os gadarenos, desgostosos e ressentidos com a perda de seus suínos, pediram a Jesus que saísse de seu território.

A ATITUDE DE JESUS

         Ao que nos parece, Jesus jamais voltou a Gadara. Pelo menos não há qualquer registro nas Escrituras de que Ele sequer tenha passado por lá novamente ou tenha feito menção daquele povo e daquele episódio. Jesus se retirou dos seus termos sem demonstrar qualquer ressentimento; sem lhes lançar em rosto o absurdo que estavam cometendo e sem lhes lançar qualquer palavra de juízo.

UMA ANÁLISE DA ATITUDE DE JESUS

         A atitude de Jesus nos revela pelo menos duas coisas:

          1º. Jesus atendeu ao pedido claro e objetivo dos gadarenos. O Senhor Jesus não força sua permanência no coração, na casa, na vida, na igreja, nos negócios ou na cidade de quem O rejeita de forma consciente.

         Ele instruiu aos discípulos, quando os enviou de dois em dois para uma cruzada evangelística, que se entrassem em uma casa ou em uma cidade e neste lugar a pregação do Evangelho não fosse recebida com dignidade, que eles sacudissem o pó dos seus pés – Mt 10: – e que fossem em busca de alguém que os recebessem e lhes dessem ouvidos…

         . Jesus não lançou sobre eles qualquer maldição ou palavra de Juízo em decorrência de eles O terem rejeitado. Em um julgamento justo, Ele facilmente poderia ter dado a eles o  mesmo destino de seus porcos.

         A atitude de Jesus revela uma faceta do seu caráter que muitos de nós ignoramos: Ele é longânimo – muito mais do que queríamos que Ele fosse.

         Às vezes queremos, como Jonas em Nínive, ou como Tiago e João, no episódio da cidade samaritana, que Jesus exerça juízo imediato; que trate o ímpio conforme sua impiedade.

         Todavia, Jesus não vivia “armado” de ressentimentos, preconceitos ou censuras. Ele sabia que lhe tratariam daquela forma em Gadara, mesmo assim Ele Foi lá. Ele tinha propósitos. O nosso Deus é o Deus que dá oportunidades. E, além disso, o olhar de Jesus estava voltado para a alma de um homem. Jesus costumava ignorar o que pensavam as multidões para resgatar uma alma aflita.

         Quanto aos gadarenos, colheram o fruto de suas atitudes. Rejeitaram ao Príncipe da Paz; afastaram para longe de si a Cristo; pediram a Deus que os deixassem seguir seus próprios caminhos…

         A história registra que na guerra da década de 70, quarenta anos depois da passagem de Cristo, a 1ª cidade a ser sitiada pelos romanos foi Gadara.

         Ai daquele de quem Jesus se retira!

Em Cristo, Sandoval Juliano – 02 de junho de 2009.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *