A Mulher Cananéia – Texto II

Compartilhe

Uma Heroína da Fé

No texto I vimos a 1ª lição que nos deixou a mulher cananéia. Neste texto veremos duas outras lições que certamente edificarão nossa fé e vida cristã, a saber:

2ª lição: A lição de uma mulher que vai à luta.

A grande fraqueza de uma mulher é achar que seu caso está perdido e que não vale à pena lutar. Desistir de seu filho ou sua filha; desistir de seu marido; desistir de seu casamento… Será uma marca negativa que nem o tempo será capaz de apagar. A mulher cananéia saiu atrás da solução; saiu, com determinação tal, que nada a faria voltar pra casa sem uma resposta.

– Você se lembra de Ana? – Ela também foi à luta, foi ao templo derramar sua súplica aos pés do Senhor.

Talvez o que esteja lhe faltando, querida irmã, é atitude. Desembainhe tua espada, coloque-se à porta de tua casa e diga a Satanás que ali ele não entra mais… Diga um basta à tua moleza. Age e o Senhor pelejará por ti.

– Até quando você vai ficar sofrendo, apanhando do teu marido, sendo ameaçada de morte, espancada, humilhada?

– Até quando você vai ver sua filha na mão de um cafajeste, só porque ele tem um carro ou um bom emprego?

– Até quando você não vai assumir a postura de uma “mulher de Deus”, que não se entrega, que não aceita seu lar ser um ninho de Satanás?

Tome, neste momento, uma ATITUDE!

3ª LIÇÃO: A lição de uma mulher humilde.

Quem está precisando do socorro de alguém tem que compreender que a humildade é indispensável. A humildade foi considerada pelos filósofos gregos como a rainha das virtudes. Não fosse uma mulher humilde, a cananéia teria voltado para casa sem sua bênção. Talvez, pela aspereza de Jesus, ela teria voltado possessa de raiva, chutando os tocos que encontrasse pela rua.

Hugo D. Baggio disse que “a atitude que chamamos de humildade não é exatamente a coragem de diminuir-se, mas a coragem de enfrentar o medo de diminuir-se”.

mas, os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa de seu senhor…

Ter humildade é uma questão de fé. E, quanto à fé  que esta mulher possuía, Jesus a qualificou como “Grande é a tua fé”.

Que o Senhor nos torne uma mulher de coragem, de fibra, humilde, guerreira e que,à semelhança da mulher cananéia, sejamos uma mulher de fé.

Em Cristo, sua amiga na fé e na graça, Geusa de Sousa Juliano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *