A História dos Poderosos Feitos de Deus

Compartilhe

 

Ó DEUS, nós ouvimos com os nossos ouvidos, e nossos pais nos têm contado a obra que fizeste em seus dias, nos tempos da antiguidade Salmos 44:1

Algumas considerações:

I.  É incrível a capacidade que temos de gravar em nossa memória as histórias que nossos pais nos contaram. Parece haver um arquivo exclusivo, em nossa memória, para armazenar por toda a vida os casos, as histórias e as estórias que nossos pais nos contaram;

II.  Muitas coisas que antes memorizávamos, hoje já desapareceram de nossa lembrança, mas, os arquivos que contém as histórias que nossos pais nos contaram, dificilmente se deletam;

III.  Diante desta realidade, os pais devem, sabiamente, ocuparem essa tremenda capacidade que as crianças têm e contar a elas as maravilhas do Senhor;

IV.  Quantos pais há que perdem as oportunidades que surgem, de contar ou de ensinar aos seus filhos a bendita Palavra de Deus;

V.  Uma geração tem a responsabilidade de passar à próxima geração o conhecimento que tem de Deus, como fizeram Adão, Noé, Abraão, a mãe de Moisés, o próprio Moisés e tantos outros;

VI.  É importante considerarmos que os feitos maravilhosos de Deus precisam ser, não apenas lembrados, mas revividos. O Deus do Mar Vermelho; o Deus que arrebatou Elias; o Deus que fez Pedro caminhar sobre as águas é o mesmo,  quer e pode operar em nossos dias, também;

VII.  O Senhor quer que as suas maravilhas, em nossas vidas, sejam uma realidade sempre;

Mas, para que serve relembrarmos e revivermos os poderosos feitos de Deus?

1º.  Primeiro, para que nossa fé seja renovada constantemente. Não há como negar que nossa fé diminui de intensidade, como uma brasa. Se nos distanciarmos muito de acontecimentos que avivem nossa fé, chegaremos ao ponto em que chegou o salmista do Salmo 44 que reclamou de Deus com uma veemência até arrogante, como se Deus houvesse se distanciado de le e o desprezado;

  Sl 44:8 Em Deus nos gloriamos todo o dia, e louvamos o teu nome eternamente. (Selá.)
  Sl 44:9 Mas agora tu nos rejeitaste e nos confundiste, e não sais com os nossos exércitos.
  Sl 44:10 Tu nos fazes retirar do inimigo, e aqueles que nos odeiam nos saqueiam para si.
  Sl 44:11 Tu nos entregaste como ovelhas para comer, e nos espalhaste entre os gentios.
  Sl 44:12 Tu vendes por nada o teu povo, e não aumentas a tua riqueza com o seu preço.
  Sl 44:13 Tu nos pões por opróbrio aos nossos vizinhos, por escárnio e zombaria daqueles que estão à roda de nós.
  Sl 44:14 Tu nos pões por provérbio entre os gentios, por movimento de cabeça entre os povos.

2º.  Serve, também para que, em momento algum vejamos os poderosos feitos de Deus como lendas. Quando deixarmos de acreditar nas histórias da Bíblia como fatos e como provas do poder de Deus, estaremos a um passo de deixar de acreditar na Bíblia e em suas doutrinas. Daí para nos afastarmos da igreja, falta só um passo;

3º.  As maravilhas do Senhor nos servem como testemunhas de que o Deus que servimos hoje é o mesmo Deus de Noé, de Elias, de Paulo e Silas, de Moody, de Spurgeon, de Daniel Berg e Gunnar Vingren;

4º.  Ele é o mesmo ontem, hoje e será para sempre – Hebreus 13.8.

5º.  Portanto, contemos sempre, as histórias dos poderosos feitos do nosso Deus. Amém!

Em Cristo, Ev. Sandoval Juliano – 28.04.2010.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *