Conformes à Imagem de Seu Filho

Compartilhe

Ø Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. 

– Romanos 8:29

Vejo neste versículo, a revelação de que o propósito do Evangelho é que sejamos transformados até nos tornarmos parecidos com Jesus Cristo.

O Evangelho é a ferramenta, o Espírito Santo é o escultor, Cristo é o modelo perfeito e cada um de nós somos uma imagem imperfeita, raça caída, precisando da transformação diária “até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, à estatura de varão perfeito, à medida completa da estatura de Cristo.” – Efésios 4:13.

Para nos tornarmos conformes à imagem de Seu Filho, algumas características presentes em Jesus, segundo os registros bíblicos, precisam ser observadas por nós:

  I.  PRECISAMOS ANDAR COMO FILHOS AMADOS

          Ø Efésiso 5:1,2 – SEDE, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; E andai em amor, como também Cristo vos amou(…)

          1. O andar do cristão nesta terra precisa ser idêntico ao andar de Cristo.

         2. O andar de Cristo era um andar nobre, revestido de graça, sempre simpático, sempre elegante, sempre cumprimentando as pessoas em sua volta, dando atenção a todos, sem ar de superioridade.

          3. Cristo era do tipo que quando passava, as pessoas diziam umas às outras: Vejo que esse homem que passa por nós é um santo homem de Deus!”, como a sunamita disse a respeito do profeta Eliseu.

  II.  PRECISAMOS TER A MENTE DE CRISTO.

          Ø 1 Coríntios 2:16 – Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instrui-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.

         1. O que o apóstolo Paulo está sugerindo é que o cristão deve ter o mesmo padrão de pensamento de Cristo.

                 2. Que tipo de pensamento ocupava a mente de Cristo?

                3. Pablo Picasso disse certa vez: “Eu não pinto as coisas como as vejo, mas como as penso”. O pensamento é a expressão do espirito humano e o resultado das observações que fazemos do que está à nossa volta e das informações adquiridas.

                 4. O espírito é a parte mais interior do nosso ser, a fonte de nosso pensamento. Paulo se refere ao espírito, em Romanos 7, como “o nosso homem interior”. Cristo tinha um espírito puro. A fonte de seus pensamentos era pura. 

              5. Talvez seja isto que nos diferencia de Cristo, nem sempre nossa fonte é pura. Quanta sujeira acumulamos no mais profundo do nosso ser. Essa sujeira contamina a maneira como interagimos com o mundo.

       Ø Provérbios 4:23 – Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as saídas da vida.

  III.  PRECISAMOS TER O MESMO SENTIMENTO QUE HOUVE EM CRISTO JESUS

        Ø Filipenses 2:5 – De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus.

          1. Que sentimento dominava a alma de Cristo?

          2. Sentimento é diferente de sensação e de emoção. Sensação é espontânea no corpo humano, resultado de reações químicas. Emoção é um estado no qual a pessoa se encontra em função de algo que viu ou que lhe aconteceu. Sentimento é uma decisão, disposição mental ou de propósito de uma pessoa para com outra ou para com alguma coisa. 

          3. Jesus não era passivo, não ficava inerte torcendo para que alguém surgisse e resolvesse o problema da humanidade.

           4. Cristo agiu, abdicou de toda a glória que o cercava e desceu, correndo todos os riscos da missão, mas dominado pelo amor, o sentimento mais puro e mais ativo que existe.

            5. O Espírito Santo quer nos levar a desenvolver esse mesmo sentimento, sentimento ativo.

  IV.  PRECISAMOS TER O BOM CHEIRO DE CRISTO.

          Ø 2 Coríntios 2:14, 15 – E graças a Deus, que sempre nos faz triunfar em Cristo, e por meio de nós manifesta em todo o lugar a fragância do seu conhecimento. Porque para Deus somos o bom perfume de Cristo, nos que se salvam e nos que se perdem.

          1. Veja que são muitas as características de Cristo que precisam ser reproduzidas pelo Espírito Santo em nossa vida. Você pode estar achando que isso é delírio de um pregador bem intencionado, que dessa vez eu viajei em minha conjectura. 

          2. Mas, não, até mesmo o cheiro de Cristo precisa ser exalado por nosso intermédio, não apenas entre os que se salvam, mas, também, entre os que não se salvam.

          3. Que tipo de cheiro os cristãos de hoje tem emanado? Conseguimos atrair as pessoas a Cristo com nosso comportamento ou as repelimos pelo mau cheiro que exalamos?

          4. Sabemos que o pecado e a malícia podem afetar nossa vida espiritual e nos tornar carnais. A Bíblia utiliza-se da figura da mosca morta dentro do perfume.

          Ø Eclesiastes 10:1 – Assim como a mosca morta faz exalar mau cheiro e inutilizar o unguento do perfumador, assim é, para o famoso em sabedoria e em honra, um pouco de estultícia.

          5. Um crente carnal não passa desapercebido, ele exala o cheiro do pecado, por mais que tente disfarçar.

  V.  PRECISMOS SER IMITADORES DE CRISTO

               Ø 1 Coríntios 10:1 – Sede pois meus imitadores como eu sou de Cristo.

          1. Houve um momento na vida de Paulo em que ele se declarou imitador de Cristo. Veja que precisamos fazer nossa parte nesse processo de transformação. Precisamos formar o habito de observarmos se o que estamos fazendo é o que Cristo faria se estivesse em nosso lugar.

          2. Não se trata de imitação barata, de sermos humoristas ou atores no palco da vida cristã. 

          3. Devemos imitar no sentido de seguir as pisadas do Mestre, nas suas atitudes, na sua postura diante das diversas situações do dia a dia, na maneira de viver. 

  VI.  POR FIM, PRECISAMOS REPRODUZIR A IMAGEM DE CRISTO EM NOSSA VIDA

          Ø Gálatas 2:20 – Já estou crucificado com Cristo, e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou e a si mesmo se entregou por mim.

          1. Com essa expressão Paulo está declarando que cresceu na graça e no conhecimento do Filho de Deus, cooperou e permitiu que o Espírito Santo, por meio do Evangelho, o transformasse, de glória em glória até ao ponto de ele não apenas ser mais um imitador de Cristo, mas, agora poder dizer CRISTO VIVE EM MIM.

          2. Foi para isso que Deus nos predestinou, para sermos conformes à imagem de Seu Filho.

          3. No Instituto Ricardo Brennand, no bairro da Várzea, na cidade do Recife tem, entre vários objetos histórico-artísticos, uma escultura de Apolo. Para o bom apreciador de obras de artes essa escultura parece ser uma réplica perfeita de Apolo.

          3. Esse é o sentido do que o texto bíblico está dizendo, precisamos reproduzir a imagem de Cristo em nossa vida. 

          4. Quando alcançarmos essa posição, o Espírito Santo olhará para nós e se alegrará, o trabalho de sua alma ele verá e ficará satisfeito.

Em Cristo, Sandoval Juliano, 15 de setembro de 2016. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *