E porei em vós o meu Espírito…

Compartilhe
 
  Ez 37:8
E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima;
mas não havia neles espírito.
  Ez 37:9
E ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize ao espírito: Assim diz o Senhor DEUS:
Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam.
  Ez 37:10
E profetizei como ele me deu ordem; então o espírito entrou neles, e viveram, e se puseram em pé,
um exército grande em extremo.
  Ez 37:14 E porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos porei na vossa terra; e sabereis que eu, o SENHOR,                                    disse isto, e o fiz, diz o SENHOR.
       
       
       

          A visão de Ezequiel, registrada no capítulo 37, mostra as diversas fases pelas quais um crente ou uma igreja local pode passar ou estar passando.

            Na fase 1 – Eram ossos secos, sequíssimos, espalhados pelo vale;

            Na fase 2 – Os ossos estão sofrendo um rebuliço e estão juntando-se, cada osso ao seu osso;

          Na fase 3 – “Olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima”. É a fase em que a igreja está tornando-se um corpo visível. Os departamentos estão sendo formados, o corpo de obreiros  e vários ministérios aparecem dentro da igreja;

          Na fase 4 – Eles estão com corpo formado, têm cara de crentes, têm aspecto de igreja, têm um título, têm nome… “Mas não havia neles espírito“;

            Na fase 5 – O Senhor ordena que se profetize sobre eles para que venha o espírito para que vivam. É esta a fase que nos interessa, nesta oportunidade. 

          Não adianta à pessoa, apenas ser crente; ser membro de uma igreja; ter um cargo ministerial ou exercer uma atividade qualquer dentro da igreja. É necessário ter o Espírito.

           Eu coloquei a palavra Espírito com letra maiúscula porque estou falando dEle, do Espírito Santo, de Sua unção e do Seu poder.

            Não basta a uma igreja ter seu nome registrado em cartório; estar ligado a uma convenção; ter um corpo de obreiros de excelente qualidade; ter uma renda financeira confortável; ter um pastor intelectual, bom de Bíblia e conhecido na mídia.

            Também não basta, apenas, ter departamentos que estejam desenvolvendo bem os seus papéis. É necessário ter o Espírito Santo atuando entre seus membros e obreiros. Sem a atuação do Espírito a igreja é um ajuntamento de pessoas; é um clube religioso.

          Uma igreja ou um crente só podem ser considerados vivos quando vivem debaixo do mover do Espírito do Senhor. Sem este mover é perceptível a dificuldade que o pastor tem de reunir o povo para orar. Sem este mover os trabalhos evangelísticos são menosprezados e tidos como enfadonhos. Sem este mover as pessoas não crentes até frequentam os cultos, mas não há conversão de almas, não há arrependimento com lágrimas.

          Coisa bonita de se ver é uma igreja que está cheia do Espírito de Deus; um pastor que está cheio da unção e da graça e um membro qualquer que tem uma vida espiritual avivada e dinâmica!

           Responda, sinceramente a essa pergunta: A igreja onde você congrega, ou onde você pastoreia, têm sido um “vale de ossos secos” ou dela se pode dizer: “Este lugar não é outro, senão a casa de Deus e esta é a porta dos céus”?

          Sinto-me compelido pelo Espírito, neste momento, a profetizar sobre você, meu amado irmão ou irmã, sobre você meu querido dirigente de congregação, líder de um departamento ou mesmo um pastor de uma igreja, que recebam o Espírito de Deus e tenham vida espiritual.

          Venha dos quatro ventos, ó Espírito de Deus, e assopra sobre esta pessoa, sobre o ministério que esta pessoa esteja exercendo ou sobre a igreja que ele(a) esteja pastoreando. Transmita-lhes, Senhor, a vida espiritual que o teu povo precisa para ser considerado “pedras vivas”, “coluna e firmeza da verdade”, “Igreja amada do Pai”, “Fontes de águas vivas, “Igreja”, “Noiva do Cordeiro”, “A minha Igreja”, “Formidável como um exército com bandeiras”.

          Abandone qualquer atividade que estejas fazendo agora, pare um pouquinho e sinta a presença do Espírito Santo aí, onde estás. Sinta o vento ou a brisa do Espírito assoprando sobre você agora e recebas vida, vida espiritual.

         E profetizei como ele me deu ordem; então o espírito entrou neles, e viveram, e se puseram em pé, um exército grande em extremo”.

 

Em Cristo, vosso conservo, Pb. Sandoval Juliano – 31.03.2010.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *