Os Sete Inimigos do Povo de Deus – Parte II

Compartilhe

                                                                                                                   

> Números 21:32 – Depois mandou Moisés espiar a Jazer, e tomaram as suas aldeias, e daquela possessão lançaram os amorreus que estavam ali.

No primeiro texto falamos sobre os filisteus. Dentre os primeiros inimigos da história dos Israelitas, os filisteus foram os mais chatos e os que mais deram trabalho. Neste texto, falaremos sobre o segundo inimigo histórico do povo de Deus – OS AMORREUS.

AMORREUS – Assim como os filisteus, os amorreus também são descendentes de Cão, o filho que Noé amaldiçoou. Aqui vale uma observação: Amaldiçoar a um filho ou a quem quer que seja é sempre prejudicial e deve ser sempre a última das últimas opções. Todos os descendentes de Cão se tornaram um “problema” para os projetos de Deus na terra.

Os amorreus eram ocupantes de toda a região montanhosa que se estende desde o Mar Morto até às terras de Hebron. Ocupavam as encostas das montanhas que ficam próximas à Jerusalém, o exato lugar que Deus havia prometido para Abraão e seus descentes.

> Êxodo 13:5 – E acontecerá que, quando o SENHOR te houver introduzido na terra dos cananeus, e dos heteus, e dos amorreus, e dos heveus, e dos jebuseus, a qual jurou a teus pais que te daria, terra que mana leite e mel, guardarás este culto neste mês.

> Deuteronômio 1:20 – Então eu vos disse: Chegados sois às montanhas dos amorreus, que o SENHOR nosso Deus nos dá.

Eles eram liderados, nos tempos de Moisés e Josué, por cinco reis, dos quais dois ficaram famosos na história por serem considerados os últimos descentes dos gigantes – Siom, na cidade de Hesbom e Ogue rei em Basã – Dt 1:4 .

Eles eram de pele clara, olhos azuis, cabelos claros, barbas pontudas e nariz aquilino. Pelas descrições encontradas nos livros históricos babilônicos e egípcios, eles eram homens bonitos, de boa aparência. 

Moisés travou três guerras contra os Amorreus durante sua peregrinação pelo deserto. Na primeira ele foi derrotado e nas duas seguintes ele venceu aos dois famosos reis dos amorreus.

No entanto, eles se fortaleceram e nos dias de Josué estavam unidos. Os cinco reis dos amorreus se uniram para derrotarem o povo de Deus.

> Josué 10:5 – Então se ajuntaram, e subiram cinco reis dos amorreus, o rei de Jerusalém, o rei de Hebrom, o rei de Jarmute, o rei de Laquis, o rei de Eglom, eles e todos os seus exércitos; e sitiaram a Gibeom e pelejaram contra ela.

Foi neste momento, nesta peleja liderada por Josué, contra os amorreus, que aconteceu o histórico episódio onde o sol e a lua pararam por quase um dia inteiro, até que todos os amorreus tivessem sido totalmente aniquilados diante do povo de Deus.

> Josué 10:6 – Enviaram, pois, os homens de Gibeom a Josué, ao arraial de Gilgal, dizendo: Não retires as tuas mãos de teus servos; sobe apressadamente a nós, e livra-nos e ajuda-nos, porquanto todos os reis dos amorreus, que habitam na montanha, se ajuntaram contra nós.

> Josué 10:12 – Então Josué falou ao SENHOR, no dia em que o SENHOR deu os amorreus nas mãos dos filhos de Israel, e disse na presença dos israelitas: Sol, detém-te em Gibeom, e tu, lua, no vale de Ajalom.

Um detalhe importante na história relacionado aos amorreus, é que Deus não permitiu que eles fossem vencidos e totalmente destruídos antes da hora. Em Gênesis, quando Deus fazia a promessa a Abraão de que lhe daria aquela terra, disse que só a daria, por inteiro, quando a medida dos amorreus estivesse cheia.

> Gênesis 15:16 – E a quarta geração tornará para cá; porque a medida da injustiça dos amorreus não está ainda cheia.

Isto nos ensina que até para com os inimigos Deus é justo! A taça da ira de Deus não se derrama sobre alguém sem que esse alguém a tenha enchido. Deus é longânimo e em sua longanimidade, espera o máximo possível pelo arrependimento daqueles que andam na contramão de Sua vontade.

O QUE HÁ NOS AMORREUS QUE SE ASSEMELHA AOS INIMIGOS ESPIRITUAIS DA IGREJA?

1º –  Eram moradores das encostas das montanhas que cercavam Jerusalém. Os montes de Sião, como eram conhecidos, representavam para o povo de Israel, proteção e estabilidade.

> Salmos 125:2 – Assim como estão os montes à roda de Jerusalém, assim o SENHOR está em volta do seu povo desde agora e para sempre.

Mas, sempre há inimigos rondando por volta de nossos muros, escalando nossas montanhas, e ameaçando nossa tranquilidade.

> 1 Pedro 5:8 – Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar;

2º – Eram de boa aparência – Eles não eram o tipo que põe medo pela sua parência. Pelo contrário, eram formosos, tinham olhos azúis, pele clara… No entanto, eram inimigos!

A Bíblia diz que o diabo, em algumas vezes, apresenta-se sedutor, como anjo de luz, procurando passar a imagem de alguém confiável. Os amorreus são sutis, são envolventes, seduzem, mas depois atacam e destroem. Isto faz referência aos falsos apóstolos, que sobem como cabras, pelas encostas das montanhas rochosas para nos prejudicar com seus falsos ensinamentos.

2 Coríntios 11:13 – Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo.

> 2 Coríntios 11:14,15 – E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras.

3º – Contra os amorreus, Deus preparou uma vitória histórica, o sol e a lua se detiveram até que todos fossem destruídos.

Saiba que para o Seu povo, Deus está preparando “uma mesa na presença dos seus inimigos”. O dia da vitória da Igreja entrará para a história. Todas as vezes que o povo de Deus é perseguido, Deus intervém com sinais e prodígios e não deixa o Seu povo envergonhado.

4º – Assim como para os amorreus havia uma data pre-agendada, só seriam destruídos no dia que “a medida dos amorrreus estivesse cheia“, assim o Senhor nos garante que o dia de nossa vitória já está agendado. Os amorreus serão reunidos para morrerem juntos e de uma vez por todas serão aniquilados.

Em Cristo, Sandoval Juliano – O Presbítero – 19.09.2012

                                                                                

                                                                                                                                

Fontes de consulta:

Site: http://pt.wikipedia.org/wiki/Amori_(filho_de_Cana%C3%A3)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *