Elementos da Oração de Ana Indispensáveis em Uma Oração

Compartilhe

                                                                                                  

I.    O ESTADO DE ESPÍRITO EM QUE ANA SE ENCONTRAVA

          1. Ana estava angustiada em seu espírito.

          2. Isto nos ensina que devemos e podemos orar, mesmo quando estamos tristes.

          3. Talvez seja neste estado que brotem dos nossos corações as nossas mais sinceras e ricas petições

               Ø Salmos 34:18 Perto está o SENHOR dos que têm o coração quebrantado, e salva os contritos de espírito.

               Ø Salmos 51:17 Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.

II.  O MOTIVO DA ORAÇÃ DE ANA JÁ ESTAVA REFINADO

          1. Um dos benefícios da demora das respostas é o refinamento do motivo2. Às vezes Deus espera o refinamento dos nossos pedidos, ou seja, que as impurezas como egoísmo, por exemplo, sejam eliminadas. O desejo de Ana não era mais um filho para si mesma, nem para o seu marido, sua família, nem mesmo para sua própria cidade. Ela pedia um filho para ajudar na construção da identidade espiritual de Israel.

          3. Deus não atenta para nossos pedidos, enquanto os mesmos só têm como objetivo o nosso próprio benefício.

          4. Quando visamos o Reino de Deus, nossos pedidos estão mais próximos de serem atendidos por Deus, uma vez que atendem e se adéquam à Sua vontade.

III.  RECONHECIMENTO DO PODERIO DE DEUS

          1. Ana endereçou sua oração ao SENHOR DOS EXÉRCITOS.

          2. É a primeira vez que esta expressão aparece na Bíblia Sagrada

          3. A expressão Senhor dos Exércitos, no hebraico Yahweh Sebaôt (Jeová Sabaôt) – indica o reconhecimento de que “os exércitos” são forças pertencentes ao grande Deus criador. Os “exércitos”, na Bíblia são compostos de: 

               Anjos Ø Josué 5:14 – E disse ele: Não, mas venho agora como príncipe do exército do SENHOR

               Estrelas Ø Daniel 8:10 – E se engrandeceu até contra o exército do céu; e a alguns do exército, e das estrelas, lançou por terra, e os pisou.

               Homens Ø 1 Samuel 17:45 – Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens a mim com espada, e com lança, e com escudo; porém eu venho a ti em nome do SENHOR dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado.

          4. Ana declara reconhecer que Deus não atua apenas como defensor do seu povo; não apenas como aquele que dá vitória aos seus exércitos; não apenas como aquele que tem controle sobre o universo… Mas, como aquele que tem poder para atuar em nosso favor, nas nossas mais profundas necessidades.

IV.  A CONFIANÇA PLENA NO DEUS QUE OUVE E RESPONDE NOSSAS ORAÇÕES

          1. Ana confiou tanto que Deus a responderia que levantou-se com o humor e a feição transformada

          2. Em 1 Samuel 1:10 diz que Ela, pois, com amargura de alma, orou ao SENHOR, e chorou abundantemente.

               Ø 1 Samuel 1:18 – E disse ela: Ache a tua serva graça aos teus olhos. Assim a mulher foi o seu caminho, e comeu, e o seu semblante já não era triste.

          3. O momento da vitória de Ana foi exatamente este. Neste momento ela engravidou.

                                                                                                                    

Em Cristo, Sandoval Juliano – 22 de novembro de 2013.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *