De Betel a Jericó

Compartilhe

 

A VIAGEM DE ELIAS RUMO AO CÉU

Dissemos no texto anterior que desde o momento em que Deus revelou a Elias que o arrebataria, ele empreendeu uma viagem, partindo de Gilgal, passando por Betel, Jericó e por fim chegou às margens do Rio Jordão.

A partir dos aspectos históricos e físicos de cada um desses locais podemos observar que tipo de obreiro queremos ser e em que estágio do nosso ministério pretendemos atuar. Se quisermos ser elevados ao céu como Elias, ou receber o Espírito Santo como Eliseu, teremos de percorrer estes quatro estágios da vida.

Cada um desses lugares representa para nós, neste estudo, estágios do nosso ministério, do nosso serviço ao Mestre. Já falamos sobre a importância e o significado de sair de Gilgal e ir a Betel. Aqui nós pretendemos falar sobre o segundo estágio, Betel.

DE BETEL A JERICÓ

Ø 2 Reis 2:3 – Então os filhos dos profetas que estavam em Betel saíram ao encontro de Eliseu, e lhe disseram: Sabes que o SENHOR hoje tomará o teu senhor por sobre a tua cabeça? E ele disse: Também eu bem o sei; calai-vos.

Ø  2 Reis 2:4 – E Elias lhe disse: Eliseu, fica-te aqui, porque o Senhor me enviou a Jericó.Porém ele disse: Vive o Senhor e vive a tua alma, que não te deixarei. E assim foram a Jericó.

1. BETEL – Betel foi o segundo local onde o patriarca Abraão construiu um altar de adoração e invocação ao nome do Senhor, quando chegou na Palestina – Gn 12:8 . 

          a. Foi neste mesmo local onde Jacó teve o famoso sonho da escada cujo topo tocava no céu. Ali ele ungiu uma pedra, comprometendo-se a partir de então, a servir ao Senhor, Deus de seus pais.

Ø Gênesis 28:18 – Então levantou-se Jacó pela manhã de madrugada, e tomou a pedra que tinha posto por seu travesseiro, e apôs por coluna, e derramou azeite em cima dela. 

Ø Gênesis 28:19 – E chamou o nome daquele lugar Betel; o nome porém daquela cidade antes era Luz. 

          b. Foi nesta visão da escada que Jacó teve o seu primeiro encontro com Deus e o seu “chamado” para compor o quadro de patriarcas do Antigo Testamento.

          c. Betel, é neste sentido, o local onde temos o nosso chamado ministerial. É o momento em que nos conscientizamos da nossa vocação e nos posicionamos no sentido de atender ao chamado.

2. Betel – Em função do encontro que Jacó teve com Deus, ao acordar ele proclamou a célebre frase: “Este lugar não é outro senão a casa de Deus e esta é a porta dos céus”. Por isso chamou o nome daquele lugar de Betel. Portanto, Betel significa, literalmente, CASA DE DEUS.

          a. Este se tornou, portanto, o local onde os patriarcas, onde os profetas e juízes se reuniam para oferecerem ofertas em altares de adoração, para julgarem o povo de Israel e para a realização de cerimônias institucionais – 1Sm 7:16 .

          b. Em Betel havia um Rancho de Profetas – 1Sm 10:3 .

          c. Neste sentido, portanto, Betel representa um lugar seguro, a nossa primeira igreja, o nosso seminário teológico, o lugar onde aprendemos nossas primeiras lições, onde construímos nosso primeiro altar. Betel é aquele local que guardamos na memória pelos momentos marcantes de nosso crescimento espiritual, a igreja de onde nunca queríamos ter saído.

3. No Novo Testamento, Betel é a figura da cidade de Jerusalém, de onde os primeiros apóstolos, relutantemente não queriam sair. Jesus havia dito:

Ø Lucas 24:49 – E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder.

          a. Há pessoas que se acomodam em sua primeira igreja, em suas primeiras experiências e de lá não querem mais sair. Falta-lhes a visão apresentada por Jesus quando disse:

Ø Lucas 10:2 – E dizia-lhes: Grande é, na verdade, a seara, mas os obreiros são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara.

          b. Na maioria das vezes queremos que o Senhor envie obreiros, mas não queremos ser o obreiro que Ele pode enviar à sua seara. 

Quando Jesus falava sobre o local onde a semente do Evangelho devia ser semeada, Ele disse:

Ø Mateus 13:38 – O campo é o mundo…

4. Ao passar por Betel com Eliseu, Elias estava dando a este a oportunidade de ficar no local onde estavam as raízes daquela obra. O local onde a igreja sede estava estabelecida, um local onde já havia uma estrutura financeira e uma estrutura física no sentido de templo e acomodações. 

Ø  2 Reis 2:4 – E Elias lhe disse: Eliseu, fica-te aqui, porque o Senhor me enviou a Jericó…

5. Porém, Eliseu compreendeu que o plano de Deus para sua vida estava mais além “… Porém ele disse: Vive o Senhor e vive a tua alma, que não te deixarei. E assim foram a Jericó”.

          a. Os filhos dos profetas ainda tentaram convencê-lo de que uma vez que seu Senhor seria levado aos céus, por meio de um arrebatamento, ele deveria ficar com eles, se estabelecer em Betel…

Ø 2 Reis 2:3 – Então os filhos dos profetas que estavam em Betel saíram ao encontro de Eliseu, e lhe disseram: Sabes que o SENHOR hoje tomará o teu senhor por sobre a tua cabeça? E ele disse: Também eu bem o sei; calai-vos. 

          b. De Betel a Jericó seriam mais 15 quilômetros. Mas, Eliseu estava disposto a deixar a igreja mãe e sair rumo a Jericó…

Em Cristo, Sandoval Juliano, 26 de março de 2014. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *