Sobre o Papa Francisco

Compartilhe

 

Eu gostaria de registrar aqui minha admiração pela postura e pelo bom exemplo que o papa Francisco está dando desde que assumiu o pontificado. Como bom evangélico, não sou favorável a existência de um papado, especialmente dentro do cristianismo, cuja orientação bíblica não respalda a centralização de poder, nem nos permite dar ao homem a glória que dão ao papa.

No entanto, o papa Francisco está mostrando como um líder religioso deve se comportar. Um exemplo que deve influenciar os líderes das principais igrejas evangélicas que hoje pautam sua vida pelo luxo e pela ostentação de poder sobre seus liderados.

Para mostrar o quanto são “abençoados” por Deus, nossos grandes pastores e pregadores, desfilam em carros caríssimos(comprados com o dinheiro dos dízimos e ofertas), exigem morar em residências luxuosas, realizam viagens caríssimas em nome da igreja para construírem e expandirem em torno de si um império eclesiástico.

Este comportamento apresenta um claro contraste com o comportamento adotado pelo próprio Cristo e também pelos apóstolos. Missionários como Daniel Berg e Gunnar Vingren nunca quiseram exercer domínio algum sobre os obreiros das igrejas que iam sendo abertas pelo Brasil afora e nunca exigiram qualquer pagamento ou indenização pelo trabalho que fizeram pela obra de Deus.

Citar o papa como exemplo para nossos pastores é a maior afronta que um obreiro pode oferecer aos seus maiorais eclesiásticos, porém, mesmo sabendo do quanto posso ser hostilizado por esta postura, me atrevo a convidar nossos “papas” evangélicos a refletirem sobre sua vaidade pessoal na condução da obra de Deus!

 

Em Cristo, Sandoval Juliano – 24 de julho de 2013. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *